Belo Horizonte: (031)3371-6072 WhatsApp: (031)97401-8723 | Juiz de Fora: (032)3321-7418 WhatsApp: (032)99953-4717 E-mail: locamed@locamed.com.br

Atendimento Whatsapp Atendimento Whatsapp

Artrose: quais são suas causas, sintomas e tratamentos  

artrose-causas-sintomas-tratamento-locamed

Você conhece a artrose? Sabe como identificá-la ou até mesmo como tratá-la? Para que você possa se manter informado e alerta sobre essa enfermidade que, atualmente atinge mais de 15 milhões de pessoas no Brasil, sendo qualificada como a quarta doença que mais reduz a qualidade de vida para cada ano vivido, acompanhe o nosso artigo.

O que é artrose?

o que-e-artrose-locamed

A artrose, mais conhecida por osteoartrite, é uma doença que afeta as articulações promovendo, principalmente, o desgaste da cartilagem que cobre as extremidades dos ossos, mas que também danifica outros componentes articulares como os ligamentos, a membrana sinovial e o líquido sinovial.

A cartilagem articular promove o deslizamento, sem atrito, entre duas extremidades ósseas durante o movimento de uma articulação. Com ela danificada, o paciente pode acabar sentindo muita dor, inchaço e limitação funcional. Apesar de poder danificar qualquer junta do corpo, a artrose afeta mais comumente as articulações das mãos, da coluna, joelhos e quadris.

Infelizmente, ainda não foi descoberta uma cura concreta para a artrose, mas existem tratamentos que ajudam a retardar seu prolongamento, preveni-la e até aliviar a dor e melhorar a função articular.

O que causa a artrose?

Para começar a entender quais são as causas que ocasionam a artrose, é preciso entender que ela pode ser primária ou secundária.

Primária: ocorre pelo uso excessivo de uma determinada articulação ou pelo envelhecimento natural de uma pessoa. Quando uma articulação é usada de forma muito intensa e por muito tempo, ela tende a se desgastar mais rápido, levando à dor e ao inchaço ao paciente.

Com o passar do tempo, o fluído que existe entre as articulações (líquido sinovial) se corrompe, assim como a cartilagem que cobre esse líquido, chamada de membrana sinovial. Em casos ainda mais graves, ocorre uma perda completa da cartilagem que envolve as extremidades ósseas nas articulações, provocando atrito direto entre os ossos e, consequentemente, dor.

Secundária: diferente da artrose primária, a secundária é uma decorrência de doenças ou condições que a pessoa tenha tido ou venha a ter no futuro. Problemas que podem levar a artrose secundária incluem obesidade, trauma repetido ou cirurgia das estruturas articulares, articulações anormais no nascimento (anomalias congênitas), gota, artrite reumatoide, diabetes e outros distúrbios hormonais.

Condições de risco 

risco-artrose-em-atletas

Para que seja possível que o paciente evite a ocorrência da artrose, é preciso que ele procure se prevenir dos seguintes problemas de saúde:

  1. Obesidade: carregar um peso corporal elevado adiciona pressão sobre as articulações que suportam o peso, como os joelhos;
  2. Deformidades ósseas: algumas pessoas nascem com articulações malformadas ou cartilagem defeituosa, o que pode aumentar o risco de artrose;
  3. Lesões nas articulações: ferimentos que acontecem quando se praticam esportes ou em acidentes, podem aumentar o risco de artrose;
  4. Idade avançada: o risco de artrose aumenta com a idade;
  5. Sexo: mulheres são mais propensas a desenvolver artrose, mas ainda não foi detectado o porquê desse fato;
  6. Algumas profissões: se o seu trabalho envolve tarefas que requerem muito esforço repetitivo em um conjunto de articulações em particular, essa articulação pode, eventualmente, desenvolver artrose. Alguns exemplos são pedreiros ou atletas;
  7. Outras doenças: diabetes, hipotireoidismo, gota ou doença de Paget do osso podem aumentar o seu risco de desenvolver artrose.

Sinais e sintomas da artrose

O sintoma mais claro de alguém que tem artrose, com certeza, é a dor constante em determinados locais do corpo, principalmente quando for realizar algum movimento que exija um pouco mais de força.

Além da dor, fique de olho nos sinais a seguir, que podem ser uma manifestação da artrose:

  • Inchaço
  • Rangido nos movimentos
  • Dor na articulação que piora no final do dia
  • Rigidez
  • Imobilidade
  • Formação de nódulos enrijecidos pela calcificação
  • Formigamento
  • Dormência

A intensidade desses sintomas costuma variar de paciente para paciente, portanto procure redobrar sua atenção em casos onde a dor ainda não está tão elevada e constante, pois mesmo ela não se manifestando de imediato pode, facilmente, se tratar de um caso de artrose e causar muito problemas de saúde para a pessoa a longo prazo.

Complicações 

A maior complicação da artrose é a limitação dos movimentos, principalmente quando as articulações afetadas são as dos joelhos ou ombros, pois além de provocar ainda mais dores no corpo, o paciente acaba sendo impedido de realizar atividades básicas do dia a dia e até mesmo exercícios físicos de médio ou grande impacto.

Recomenda-se o auxílio de um médico fisioterapeuta que, possivelmente, irá ajudar na no alívio dos sintomas, mas infelizmente sem chance de cura.

Tratamento 

É extremamente importante manter em mente que, quando qualquer sintoma acima se manifestar em você, é preciso que um profissional de saúde seja consultado para que o tratamento correto possa ser realizado.

No caso de dores constantes nas articulações dos joelhos, ombros e/ou quadril, o médico que deve ser consultado, normalmente, é o de ortopedia. Dentro da ortopedia é muito comum a presença de especialistas em cada articulação, portanto é sua melhor opção.

Mas se as dores forem em várias articulações, principalmente as das mãos e dos pés, procure um reumatologista, pois as chances de se tratar de um reumatismo são maiores.

Medicamentos 

O tratamento inicial da artrose inclui alguns medicamentos que serão prescritos pelos médicos responsáveis por cuidar dos sintomas de cada paciente. Geralmente, esses remédios incluem analgésicos e anti-inflamatórios para aliviar as dores.

Nunca faça a automedicação, pois é muito perigoso para a saúde e pode causar danos a diversos órgãos. Ao tomar um medicamento, esteja sempre orientado pelo seu médico de confiança.

Fisioterapia 

Visitar um fisioterapeuta regularmente oferece diversos benefícios para quem vive com artrose, assim como: fortalecimento de músculos e articulações de uma forma que não prejudica e nem agrava os sintomas do paciente; para pessoas de idade, a fisioterapia é indicada quando há possibilidade de recuperar movimentos que foram perdidos depois de muito tempo vivendo com as consequências da artrose.

Terapia ocupacional 

Oferece qualidade de vida através da preservação e reabilitação, incentivando a pessoa, principalmente os integrantes da terceira idade, a adquirir autonomia e independência, depois que foram perdidos pela decorrência da artrose.

Infiltração

Caso as opções anteriores de reabilitação e retardamento da artrose não forem úteis para o paciente, a injeção em locais estratégicos pode acabar oferecendo alguns benefícios, como: amenizar os sintomas de forma imediata, principalmente em casos mais graves, pois a infiltração com cortisona e ácido hialurônico oferecem alívio das dores articulares.

Cirurgia 

Esse método é indicado para jovens com quadros de artrose mais graves e que precisam de soluções imediatas para evitar que a doença se agrave e a saúde fique ainda mais debilitada. Ela procura realinhar os ossos ou substituir a articulação danificada por próteses.

Prognóstico 

Conviver com a artrose não é uma tarefa fácil, mas pode ser feita com a ajuda de profissionais da saúde e o apoio de amigos e familiares.

Apesar de não existir uma cura por si só, praticar esportes de forma regular, se alimentar bem e manter seu peso na medida ideal, além de visitar seus médicos regularmente para check-ups, são boas maneiras de conseguir retardar os efeitos dessa doença e ainda se prevenir de várias outras.

O que achou das informações deste artigo? Comente aqui embaixo como funciona sua rotina, caso você possua artrose, e como você faz para evitar que a situação se agrave.

 

Comentários

Desenvolvido por Guia-se - Agência de Marketing Digital