Belo Horizonte: (031)3371-6072 WhatsApp: (031)97401-8723 | Juiz de Fora: (032)3321-7418 WhatsApp: (032)99953-4717 E-mail: locamed@locamed.com.br

Atendimento Whatsapp Atendimento Whatsapp

A Importância da Massa Muscular Para a Saúde do Idoso

importancia-massa-muscular-saude-idosos-locamed-BH.jpg

Já sabemos que a medida em que vamos envelhecendo, nosso corpo acaba tendo uma severa diminuição de massa muscular, e isso pode acontecer por causa de diversos fatores diferentes, como sedentarismo, fraqueza muscular, desânimo, desenvolvimento de doenças, entre outros. No entanto, o que poucos sabem é que se começarmos a cuidar da saúde, o quanto antes, mesmo em idade avançada é garantido que a qualidade de vida irá melhorar.

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde) 1 em cada 4 adultos é sedentário, o que implica diretamente na falta de massa muscular e, consequentemente, afeta a saúde na 3ª idade. Além disso, pessoas que não praticam atividade física têm mais chance de desenvolver condições, como infarto, AVC (Acidente Vascular Cerebral), câncer de mama e câncer colorretal, por exemplo. 

E fique atento! Para ser considerado uma pessoa ativa é necessário praticar 150 minutos de atividade física aeróbica moderada, por semana, no caso de adultos e, para os adolescentes, a recomendação é de 60 minutos de atividade moderada à intensa, todos os dias.

Os perigos da sarcopenia para o idoso

Os perigos da sarcopenia para o idoso 

Principalmente para o idoso, um bom desenvolvimento da massa muscular contribui muito mais do que se imagina. Além de uma vida mais saudável, com máxima qualidade, a presença da massa muscular também ajuda nas tarefas que julgamos simples do dia a dia, mas que para os mais velhos passam a ser mais complicadas e inseguras, entre elas, levantar-se da cama, ir ao banheiro, cozinhar, limpar a casa ou até mesmo regar as plantas. 

A sarcopenia, como é conhecida a síndrome dos músculos frágeis, vem afetando cada vez mais idosos. Sarcopenia é o processo natural e progressivo de perda de massa muscular (músculos), característico do envelhecimento. São várias as alterações no organismo, no processo de envelhecimento, sendo grande parte delas associadas à desnutrição. Os mais idosos frequentemente reduzem a ingestão alimentar devido a perdas sensoriais, como as do paladar e olfato, podem sofrer de condições crônicas, como depressão e demência, além de usarem medicações que interferem no apetite. 

Hoje, existem diversos tratamentos para a sarcopenia. Mas a combinação entre dieta balanceada e atividade física regular segue como principal terapia contra a doença. Nesse sentido, vale destacar que o consumo de proteína deve estar adequado, ficando entre 1,2 e 1,5 grama diários do nutriente por quilo. Assim, uma pessoa de 60 quilos poderia comer algo em torno de dois a três bifes. Algumas pesquisas sugerem, inclusive, que esse reforço de proteínas deva ser dividido ao longo do dia. 

Os benefícios da fisioterapia para o idoso

fisioterapia-idosos-locamed-bh

Como a atividade física de alta intensidade não é recomendado para os idosos, existem outras opções, igualmente funcionais, que ajudam no desenvolvimento de massa muscular a longo prazo, e que não exigem demais. Um exemplo disso é, com certeza, a fisioterapia. 

A fisioterapia é um método amplamente conhecido e que oferece uma enorme ajuda para idosos que sofrem com fraqueza muscular e fragilidade corporal. Para idosos, a fisioterapia, é realizada, na maioria das vezes, com o foco na reabilitação e auxílio, para que o paciente consiga ter uma boa qualidade de vida, melhorar a locomoção, a disposição para atividades físicas e, principalmente, reduzir ou até mesmo evitar a incidência de problemas de saúde ligados ao corpo e aos movimentos.

Um bom e adequado processo de fisioterapia busca aprimorar as técnicas, para que possam se adequar às necessidades que cada paciente possui. Com estudos e pesquisas também surgem a todo dia novos métodos e formas de contribuir na saúde dos idosos através desse método. De acordo com a fisioterapeuta, Patrícia Clementino, a Fisioterapia Gerontológica tem como plano a saúde geral do idoso. “Tentamos estender ao máximo a independência quanto possível. A manutenção da qualidade de vida inclui uma maior atenção na percepção das limitações, evitando acidentes, treino de força, equilíbrio e melhora no condicionamento e reintegração social. Assim, pode-se manter o idoso ativo, preservando sua autonomia, aumentando a autoestima tão frágil nesta fase da vida”, explica a fisioterapeuta.

Atividades físicas para os idosos

Assim como a sarcopenia, os idosos estão sujeitos a diversas outras doenças que podem ser evitadas, se os devidos cuidados forem tomados. E quanto mais cedo iniciar as ações preventivas, melhor. Além da fisioterapia, existem outros esportes igualmente benéficos à saúde, que podem ser praticados, sempre com acompanhamento de profissionais e respeitando o limite do corpo.

Natação ou hidroginástica

natacao-hidroginastica-idosos-locamed-bh

Como são exercícios aeróbicos praticados na água, as atividades protegem as articulações, ajudam na circulação sanguínea e auxiliam no tratamento de doenças, como artrite e osteoporose. 

Caminhada

atividade-fisica-idosos-caminhada-locamed-bh

É uma prática que está no topo da lista dos preferidos e mais praticados pelos idosos.Para que se consiga os benefícios dessa atividade, deve ser praticada por pelo menos 30 minutos por dia. Esta atividade desenvolve o equilíbrio e a coordenação motora, além de fortalecer os músculos e ajudar a combater os problemas do coração e de respiração. 

Ioga e Pilates

ioga-pilates-idosos-locamed-bh

Ótimas opções, já que propiciam equilíbrio e flexibilidade. Além disso, com a prática frequente é visível a melhora na postura corporal e o alívio de dores e do estresse, já que estas atividades trabalham muito com a respiração e a concentração.

Bicicleta

bicicleta-para-idosos-atividade-fisica-bicicleta

Normalmente, é uma atividade muito prazerosa para quem a pratica. Além de poder ser praticada em parques e praças. Um dos seus principais benefícios é o fortalecimento de músculos do quadril e pernas, além de trabalhar o equilíbrio e a respiração. E existem modelos mais seguros e confortáveis para pessoas idosas, que minimizam o perigo de queda por desequilíbrio, como as de três rodas, por exemplo.

Alimentação adequada para ajudar na massa muscular

Como não se mantém a saúde, apenas com exercício, não se pode deixar de lado a interferência positiva da boa alimentação na nossa musculatura. Naturalmente, os idosos, muitas vezes, não podem se alimentar com tudo que desejam e uma dieta balanceada é, basicamente, obrigatória.

Além da proteína, que já mencionamos anteriormente, outros grupos de alimentos devem ser colocados como prioridade na dieta dos idosos que buscam desenvolver sua massa muscular.

proteina-para-saude-musculos-idosos-locamed-bh

Alimentos como grãos e cereais estão na base da pirâmide alimentar, seguidos por uma grande quantidade de vegetais.

graos-e-cereais-saude-musculos-idosos-locamed-bh

vegetais-saude-musculos-idosos-locamed-bh

As frutas, variadas sempre, duas a quatro porções, podem ser ingeridas junto com a comida, nos lanches à tarde, picadas, amassadas e até cozidas. 

frutas-e-alimentos-derivados-leite-saude-musculos-idosos-locamed-bh

O grupo dos óleos aparece logo após ao das frutas, bem estreito, mostrando que não é necessário mais que uma a duas porções ao dia, com exceção aos idosos de baixo peso. São os óleos vegetais, insaturados.

azeite-parasaude-musculos-idosos-locamed-bh

Grupo do leite e derivados, mantendo a atenção na quantidade e qualidade das gorduras ingeridas. Existe também a opção dos leites sem lactose, quando houver necessidade.Três porções ao dia para contribuir para o fornecimento de cálcio e vitamina D.

leite-derivados-saude-idoso-locamed-bh

Mas muita atenção, essas informações são gerais e básicas, levando em consideração a maioria da população. Um bom e adequado cardápio deve ser elaborado, sempre, por profissionais de saúde e levando-se em consideração as necessidades nutricionais individuais. Assim, consulte um médico e um nutricionista para que o cardápio seja elaborado de forma correta e para contribuir om o aumento da saúde e qualidade de vida.

A saúde em primeiro lugar

saude-em-primeiro-lugar-idosos-locamed-bh

Como foi possível observar no artigo, o trabalho para que a saúde esteja em dia deve ser constante e exige disciplina, mas os resultados são bastante satisfatórios. Por isso, não perca tempo, consulte seu médico, nutricionista, estabeleça com eles uma dieta balanceada, pratique esportes e outras atividades físicas, regularmente, sempre com acompanhamento de um profissional, para que a prática seja sempre segura. E coloque sua saúde em primeiro lugar. Seu corpo e sua mente agradecem!

O que achou deste artigo? Compartilhe com amigos que estão sempre se perguntando quais são os melhores jeitos de ganhar massa muscular e como manter a saúde em dia! Não deixe de comentar sua opinião aqui embaixo!

 

Comentários

Desenvolvido por Guia-se - Agência de Marketing Digital